Site pessoal de (Ana) Lou de Olivier 
   home      pioneira_terapeutica
 
 Pioneirismo de Lou de Olivier na área Terapêutica


Sempre a frente de sua geração, Lou inovou o conceito de suas áreas de atuação, inclusive diferenciando Musicoterapia e Arteterapia da Música e da Arte usadas como Terapias.
Criadora do revolucionário método de Musicoterapia com seqüência mesclada e adaptada a cada paciente, o que proporcionou controle e cura para casos de estresse, depressão, insônia, distúrbios diversos e até para toxicomania, libertando seus pacientes do uso de antidepressivos e outros medicamentos.

Precursora da área de Multiterapia, mesclando diversas  técnicas terapêuticas, também adaptadas a cada caso e utilizada com sucesso no tratamento de inúmeros distúrbios. Detectou e defendeu por quase trinta anos a existência da Dislexia Adquirida (distúrbio causado por acidente, complicações no parto entre outros e, principalmente por anoxia - ausência ou diminuição de oxigênio no cérebro).Hoje este distúrbio está oficializado nos Descritores da Saúde, codificado em Inglês, Português e Espanhol.

Foi a primeira a cogitar a anoxia perinatal como causadora de distúrbios de aprendizagem além dos já conhecidos autismo, paralisia cerebral e outros. Após mais de vinte anos, pesquisas em vários países confirmaram sua tese.

Foi também a primeira a ligar os sintomas do TOC (Transtorno Obsessivo Compulsivo) aos sintomas causados pelo consumo de drogas. Novamente pesquisas internacionais confirmaram essa sua teoria.

Também foi a primeira pesquisadora a insistir que a dislexia não causava simples troca de letras e não se apresentava numa única forma ou estágio. Mais uma vez foi preciso que pesquisas internacionais confirmassem essa sua teoria muitos anos depois.

Primeira a incluir distúrbios como Hiperlexia e Limitrofia como sendo causadores de deficiência ou alterações significativas de aprendizagem, primeira a citar todos os sintomas dos vários distúrbios de aprendizagem, esclarecendo de forma brilhante esses assuntos, mudando todo um conceito de muitos anos.

Foram tantas as suas teorias futuristas que nem teríamos como enumerar a todas. Sua extrema capacidade nas pesquisas, sua sensibilidade para detectar o real distúrbio de cada paciente e adaptar seu método a cada caso fez com que curasse inúmeros casos até então desenganados, atraindo pacientes do mundo todo. 

Paralelo a isso, a versatilidade dessa magnífica profissional, sua extrema capacidade para criar textos científicos, literários e artísticos com a mesma desenvoltura a tornaram autora de mais de quinhentas poesias, quatorze textos teatrais, inúmeros contos, fábulas, romances, em vários gêneros, além dos seus polêmicos e inovadores artigos científicos conhecidos e elogiados em muitos países como Inglaterra, Portugal, França, Alemanha, Suíça e Estados Unidos.

Este reconhecimento oficial pode ser comprovado nas paginas 279 e 280 do livro Brasil de todos os povos/São Paulo, sua Historia, seus monumentos - Destaques e Personalidades - do ano de 2009, do Instituto Biográfico Brasileiro, nas paginas 532 e 533 do Dicionário de Mulheres - Volume II - da Historiadora Hilda Flores. E também  no livro historico Brasil de A a Z(aguardando mais informações)

 Lou de Olivier também consta como Dramaturga na Enciclopédia de Literatura Brasileira - Volume I - paginas 187, 405 e 670 da Fundação Biblioteca Nacional - Academia Brasileira de Letras - 2001- (Original de Universidade de Michigan. Organizado por Afrânio Coutinho e José Galante Sousa - Global Editora - RJ - Brasil.